Páginas

Olá! Sejam muito bem vindos! Navegue a vontade, sinta-se em casa. É um imenso prazer compartilhar preciosidades com vocês... Sei que em cada lugar que passamos levamos um pouco de algo e deixamos um pouco de nós, então podem deixar um pouco de vocês aqui...comentem!!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Papai noel existe?!

Pinned Image
Imagem: Pinterest
Uma pequenina menina de cabelos longos e cheia de cachos, como a Cachinhos dourados dos três ursinhos, gostava e vivia encantada pelos contos de fadas e todos os seus…e foram felizes para sempre.
Quando seu primeiro dente de leite amoleçeu e caiu, guardou-o debaixo do seu travesseiro a noite pedindo a Fadinha dos dentes que levasse seu dentinho e lhe trouxesse uma moedinha. A mãe que estava do seu lado deixou que ela adormecesse, retirou seu dentinho, guardou-o em uma caixinha e colocou uma moeda no lugar do dente, debaixo do travesseiro. Pela manhã a primeira coisa que a menininha fez foi levantar o seu travesseiro e se encher de alegria demonstrada através de risos, pulos e muita euforia. A mãe fez isso com muitos de seus dentinhos e sempre os guardava naquela pequenina caixa.
A mesma coisa acontecia na época do Natal. A menininha escrevia lindas cartinhas com seus pedidos, e sempre junto ao pedido estavam escritas lindas e tenras palavrinhas de agradacimentos, carinhos e afetos ao seu papai noel.
Mas essa menininha foi crescendo, e se transformando em uma garota…No natal seguinte ela questionou sobre a existência do papai noel, a mãe que queria manter acesa essa chama tão linda dentro dela disse que sim, papai noel existe sim, mas ela, já meio dona de si, insistia em saber a verdade…A mamãe sugeriu que ela fizesse a sua cartinha como sempre fazia que ele passaria para deixar o seu presente na árvore…Dessa vez essa menininha pediu um presente caro e a mãe preocupou-se em não poder dar o solicitado, e numa conversa breve disse a filha por que ela não pedia um presente mais em conta para o papai noel, afinal ele tem muitas crianças para atender e talvez não pudesse lhes dar o que havia pedido, mas a menina com muita convicção do que queria respondeu que para ela só serviria se fosse aquilo, e olhando nos olhos da mãe disse que queria ver se papai noel realmente existia. Como a mãe não tinha naquele ano condições de comprar o tal presente, contou a filha sobre papai noel, que era ela quem comprava os presentes e colocava na árvore, que papai noel era um símbolo do natal…as lágrimas rolaram em seu rostinho angelical, a mãe sentia a dor que estava no coraçãozinho da filha, mas era preciso contar-lhe, ela precisava de uma resposta…Depois disso, a menininha cresceu e cresceu mas todos os anos continua escrevendo suas lindas cartinhas para papai noel.

6 comentários:

  1. Lindo, lindo!
    A mãe sabiamente manteve essa chama acesa tão linda e importante enquanto pode, e a verdade foi a melhor saída nesse momento. Linda e emocionante essa crônica, um bjo e um dia maravilhoso pra você.
    Ivana - Reserva de Emoções

    ResponderExcluir
  2. Eu achei lindo isso e é uma coisa tão doce essa do Papai Noel que enquanto dá, devemos manter...Adoro e pra mim, até hoje me emociona a imagem dele, chegar perto de um...beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Oiiiii Débora!!!
    Que linda essa história!!Clarooo que Papai noel existe sim!!rs*
    Aqui em casa ainda fantasiamos e fazemos o Matheus ainda acreditar em Papai noel...é tão lindo essa fase da vida da gente né?!
    Linda tarde para vcs!
    beijãoooo

    ResponderExcluir
  4. Olá Débora.
    Lindo conto! Curti muito essa fase e acho-a muito importante na vida das crianças. Adoro ver a meninada nos shoppings, esperando na fila para chegar até ao papai-noel. Uma festa!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Acreditamos já adultos em coisas tão menos "acreditáveis" que papai noel.

    Quem não viu deve ver o filme "O expresso polar", quem já viu, acredite: ainda "ouço os guizos".

    Uma sexta mágica e doce pra vc conterrânea querida.

    * Amanhã irei ao Salvador Shopping, a partir das 2 h mais ou menos, vou mandar meu n.º de celular pra vc por mail, caso vc vá lá me liga, pra um momento terapia do abraço :)

    ResponderExcluir
  6. Quanta sensibilidade neste lindo texto, estória...e o carinho da mãe fez com que Papai Noel continuasse existindo em sua alma...lindo demais!!!
    É sempre bom contarmos sempre com a verdade, não importa a idade, mas a magia e o encanto da vida nunca podem morrer, pois são eles que nos proporcionam uma vida mais feliz e cheia de encantos...
    Um beijo carinhoso, Deborah! saio com paz no coração...e amo isso...

    ResponderExcluir

Obrigada por seu precioso comentário, vou amar ler. Volte sempre que quiser!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...