Páginas

Olá! Sejam muito bem vindos! Navegue a vontade, sinta-se em casa. É um imenso prazer compartilhar preciosidades com vocês... Sei que em cada lugar que passamos levamos um pouco de algo e deixamos um pouco de nós, então podem deixar um pouco de vocês aqui...comentem!!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Pai, começa o começo!

Pinned Image
Imagem: Pinterest
Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”. O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos. Depois, sorridente, ele sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito.
Meu pai faleceu há muito tempo (e há anos, muitos, aliás) não sou mais criança. Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho. Hoje, minhas “tangerinas” são outras. Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes, dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios.
Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis......
Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta. O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram a pedir ajuda a Deus, que sempre está ao meu lado. Meu pai terreno me ensinou que Deus, o Pai do Céu, é eterno e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias.
Quando a vida parecer muito difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus:
“Pai, começa o começo!”. Ele não só “começará o começo”, mas ajudará você a resolver a situação.
Não sei que tipo de dificuldade eu e você estamos enfrentando ou encontraremos pela frente. Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: “Pai, começa o começo!”.
(Autor desconhecido)

15 comentários:

  1. Eu recebi essa história e á linda demais,tocante mesmo!1Ótimo fds,beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. E ele sempre nos atende, quem tem fé sabe bem disso. Lindo texto, Débora. Tenha um lindo fds, bjs
    Ivana.

    ResponderExcluir
  3. Ei minha querida! identifiquei-me muito com seu texto. Sinto a mesma saudade em função da perda. Meu pai também foi como o seu. Diante das minhas aflições recorro a Deus e a ele que tenho certeza que está sempre nos ajiudando a começar esse começo. Lindo texto! Escrevo sempre das minhas memórias e me vi em cada letrinha sua! um beijo Zí

    ResponderExcluir
  4. Começos e recomeços pra vc

    Bjo gd

    ResponderExcluir
  5. lindo mesmo!
    Eu tenho meu pai por perto...
    é exatamente assim... ele esta sempre presente pra começar o começo qdo preciso
    Não sei o q sera qdo ele se for...
    Familia é demais!

    bom fds

    Bjao

    ResponderExcluir
  6. Genial a reflexão do começo do começo de seja lá o que for.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  7. Gosto demais desse poema! Bom fds!
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Débora querida!

    Fiquei até emocionada aqui! Que texto mais lindo!


    Bjss e um maravilhoso final de semana!!!

    http://www.toutlamour.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Que lindo esse texto, Débora!
    Quando li o título ainda lá na lateral do meu blogroll fiquei pensando do que será que se tratava... muito lindo e profundo. E simples, se vc perceber. Tão simples que muitas vezes (senão na maioria delas) esquecemos de pedir ao Pai para começar o começo. Achei fantástico mesmo. Posso copiar e repassar por e-mail para alguns amigos especiais?

    **
    E Debora, obrigada por estar presente neste momento de minha vida! Gosto muito quando vc comenta lá no blog. Espero que um dia possamos nos conhecer pessoalmente. Gosto muito de vc!

    Beijos
    Ju

    ResponderExcluir
  10. OI Ju!
    Eu que agradeço imensamente seu carinho e atenção.
    Claro que pode repassar o texto por email.
    Grande beijo!!
    Débora

    ResponderExcluir
  11. oi Débora...lindo, você me fez lembrar quando chegava a noite e meu pai perguntava, que aprendeste hoje, eu eu falava nada, ele falava então vai e pega o dicionario a gente não pode dormir sem ter aprendido aluma coisa...hoje meu pais não esta más entre nos porem esta bem dentro do meu coração..na hora de dormir...sempre penso no que aprendi no dia...antes de buscar o diccionario rsrsrs..beijos amei...Flor do papo entre pais

    ResponderExcluir
  12. Linda Mensagem e muito verdadeira! Acredito nisso, mas sempre é bom ter empurrãozinho teu! Beijos

    ResponderExcluir
  13. Que texto precioso, Débora. Muito obrigada por publicá-lo aqui e me dar a chance de lê-lo.

    ResponderExcluir
  14. minha infancia foi igual, meu pai sendo decasou as minhas laranjas até mesmo eu casada, antes do seu falecimento, que delicia ter um PAI na mesa para qualquer prato / comida

    ResponderExcluir

Obrigada por seu precioso comentário, vou amar ler. Volte sempre que quiser!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...