Páginas

Olá! Sejam muito bem vindos! Navegue a vontade, sinta-se em casa. É um imenso prazer compartilhar preciosidades com vocês... Sei que em cada lugar que passamos levamos um pouco de algo e deixamos um pouco de nós, então podem deixar um pouco de vocês aqui...comentem!!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Laranjeira dá laranja

A semente que uso pra pensar na questão do Ser é que laranjeira dá laranja.
Pode parecer óbvio, mas é por isto que brota. O natural é o que é. A laranjeira é laranjeira porque pensa laranja, sente laranja e age laranja. Sua natureza é o que é, laranjeira. Se uma pessoa não gosta de laranja, se xinga a árvore de filha de jaca, nem por isto a laranjeira se aborrece, ou então, começa a dar abacates. Laranjeira dá laranja. Mas nós, árvores humanas, somos estranhas. Pensamos uma fruta, sentimos outra, e realizamos uma terceira, completamente diferente das duas anteriores. Certa vez, negociando com um amigo pé de boi, notei que o safado sempre puxava a sardinha pro lado dele. Eu lhe critiquei: "Você é muito egoísta". Ele respondeu  sem  casca: "Sim, sou, por quê? Você não é?". Ele quebrou minhas pernas, meu tronco e meu nariz de Pinóquio. Não sabia o que responder. Fui obrigado a abrir os olhos e ver que minha árvore estava nua. O pobre diabo estava apenas sendo verdadeiro, enquanto eu, com a auréola de São Francisco de Assis na cabeça, estava me disfarçando de lichia.  (Marcelo Ferrari)

9 comentários:

  1. Lindo e reflexivo texto trouxeste aqui! beijos,lindo dia,chica

    ResponderExcluir
  2. Ah! Nós árvores humanas... Tão mais simples ser o que somos em essencia, em semente. Beijo

    ResponderExcluir
  3. Valéria,
    A natureza do homem é completamente diferente da mãe natureza, infelizmente é incomparável. A natureza é DINIVA, sem ela não há vida. As ações do homem o tornam muito pequeno diante da grandeza da mãe natureza. Amei o texto e a belíssima imagem. Um beijo no seu coração.
    Ivana - Reserva de Emoções

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do texto, é uma pena ser verdade...
    Bjos, Mari.
    http://artmarirodrigues.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Linda reflexão.
    Me fez pensar sobre minha realidade.
    Preciso assumir o que sou.

    bjo

    borboletar2.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ah, eu tinha escrito um comentário... e agora, será que foi?!

    Putz! Lá vai de novo!
    Tinha falado que gostei muito do comentário de sua amiga Mari e de como é difícil sermos o que realmente somos, mais ou menos assim...

    Beijão, Débora!
    Ju

    ResponderExcluir
  7. Olá Débora,
    Você trouxe um texto bem diferente do usual para esta reflexão importante. Adorei!
    Como seria mais fácil se agíssemos na conformidade de nossa essência!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. quando minha filha me fala que alguem não foi ético com ela, eu costumo dizer - Pá de jabuticaba não dá jaca"...
    seu texto me lembrou diso...rs
    Bjus querida

    A Moda em Casa e Construção
    www.paulakasas.com.br

    ResponderExcluir
  9. Débora querida!

    Que saudade que estou de minhas amigas virtuais! Muito obrigada pelo carinho e por sua amizade!

    Bjss e um final de semana iluminado!

    http://toutlamour.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada por seu precioso comentário, vou amar ler. Volte sempre que quiser!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...