Páginas

Olá! Sejam muito bem vindos! Navegue a vontade, sinta-se em casa. É um imenso prazer compartilhar preciosidades com vocês... Sei que em cada lugar que passamos levamos um pouco de algo e deixamos um pouco de nós, então podem deixar um pouco de vocês aqui...comentem!!

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Minha mãe

Hoje quero falar sobre uma PRECIOSIDADE…a minha mãe que hoje completa 62 anos, nossa como passar rápido!

Maria do Carmo, Maria no nome, doçura, ternura, amor, cumplicidade, fortaleza na alma. Desprovida de vaidades, vestida de dedicação, foi uma professora exemplar, alfabetizou crianças, adultos, idosos. Hoje aposentada, continua sua jornada cuidando da minha vozinha, e faz parte de um grupo de oração que desenvolve um trabalho de ajuda ao próximo com palestras, encontros, doações de alimentos, roupas, de carinho, afeto, atenção e amor. Mãe de 3 filhas, eu e mais duas irmãs, sendo eu a mais velha, nos ensinou o sentido mais amplo  da palavra amor. Para mim ela representa o meu alicerce, foi a partir dele que fui formada e tento hoje de todas as formas passar para meus filhos todo os ensinamentos.

Não moramos na mesma cidade a uns 20 anos, mas ela está presente comigo todos os dias a todo momento em meu pensamento, meu coração e em minha alma.

Lembro-me de vários acontecimentos, mas tem um que me marcou mais, que faz com que a admire cada vez mais como pessoa, como doçura…Em um dia das mães, não lembro agora de que ano, não pude estar lá pertinho dela, então comprei um par de brincos, no momento eu também não podia comprar nada muito caro, mesmo sabendo que para ela isso não importava, só o fato de telefonar, ouvir a voz já era mais que suficiente, e enviei os brincos com uma mensagem escrita através dos Correios. Assim que ela recebeu me ligou chorando para agradecer, dizer que esse havia sido o melhor presente que ela havia recebido, e eu disse, – Nossa! A senhora gostou mesmo dos brincos?!, e ela disse: Claro! Na verdade os brincos não existem, o que você quiz dizer é que eu sou a sua jóia, eu afirmei sim, claro, a senhora é a minha Jóia Preciosa, e nos emocionamos com a conversa. Depois de algum tempo, nos duas conversando é que vim saber que quando ela recebeu a carta os brincos não estavam dentro, alguém durante o envio daqui até a cidade dela abriu a carta, retirou os brincos e lacrou novamente o envelope deixando apenas a carta e  a caixinha dos brincos vazia, e ela teve a sensibilidade de interpretar que eu não havia enviado nada na caixinha, que ela era somente uma simbologia, uma maneira de dizer a ela que a Jóia era ela, e é na verdade…Coisas desse tipo são atitudes de minha mainha que eu amo tanto. Todos os dias eu digo a Deus:

Muito obrigada meu Deus pela mãe que escolheu para mim, que eu consiga ser pelo menos ser um pouquinho para os meus filhos do que ela é e representa na minha vida.

DSC_0204

Que sejamos sempre assim, unidas, amigas, uma o complemento da outra, onde a dor de uma é a dor de todas, a alegria de uma é também de todas!!

terça-feira, 26 de julho de 2011

O XIS da questão

Imagem: Pinterest

Com tanta letra no alfabeto, minha mãe foi escolher justo uma das ultimas pra me nomear: Xis. Não entendi porque, mas ela disse que entenderia no dia em que minhas pernas fossem tão fortes quanto a minha fome. Também não entendi o enigma. Mas fui crescendo e logo aprendi a andar. Minhas pernas foram se tornando mais fortes a cada dia, e, como num carro no qual a gasolina nunca acaba, me levavam pra todo lado. Como eu não sabia pra onde ir, qualquer lugar que me levavam estava bom. Aqui estava bom. Ali estava bom. Lá estava bom. Eram muitos lugares. Corria pra A, pra B, pra C. Se E me dizia que Era, que Elegante, que Ele, que Eu, corria para E. Se F me dizia que Feliz, que Fácil, que Fortuna, corria para F. Se M me dizia que Muito, que Maça, que Maravilhoso, corria para M. As letras me encantavam. Contudo, aos poucos ia percebendo que Ali era o lugar do A. Que Lá, era o lugar do L. Que a Casa era o lugar do C. Que o B morava na Bola. Que o E era Ele. E que, na verdade, não havia encontrado o meu lugar ainda. Já havia percorrido quase todo o alfabeto e ainda não havia me encontrado. O tempo foi passando e, certo dia, acordei pelado dentro de um labirinto. Corri ali dentro atrás do S de Sonho, mas o meu sonho não estava no S. Corri atrás do N, procurando o meu Nariz, mas o meu nariz não estava no N. Correi atrás do O dos outros, mas só conseguia me perder mais e mais. Foi então que me lembrei das palavras de minha mãe: “No dia em que suas pernas forem tão fortes quanto a sua fome”.

Só então percebi que havia uma letra que brilhava mais do que as outras, uma letra que parecia piscar pra mim. Era a letra X. E foi neste dia, pela primeira vez, que corri pro X.

Agora estou aqui, no centro deste labirinto que sou eu mesmo. Acho que finalmente entendi o porque do meu nome. Eu não sei qual o porque do seu, mas sei que você sabe, ou quer saber.

Você tem fome do que?

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Provérbios Africanos

“ A ciência é como o tronco do baobá, que uma única pessoa não pode abraçar.”

 

“ Os defeitos são como uma colina: você escala os seus e, lá de cima, não vê os dos outros.”

 

“ O que você dá aos outros, você dá a si mesmo.”

 

“ Numa luta entre elefantes, o prejudicado é o capim.”

 

“ Água mansa não forma bons marinheiros.”

 

“ A união do rebanho faz o leão dormir com fome.”

 

“ Ninguém experimenta a profundidade de um rio com os dois pés.”

 

“ O dia é feito do que a noite decidiu.”

 

“ É melhor passar a noite com a cólera da ofensa do que com o arrependimento da vingança.”

 

Imagens: Pinterest

domingo, 24 de julho de 2011

Aprendizados

Imagem: Pinterest

Aprendi que peixinhos dourados não gostam de gelatina. (5 anos)
Aprendi que meu pai pode dizer um monte de palavras que eu não posso. (8anos)
Aprendi que minha professora sempre me chama quando eu não sei a resposta.(9 anos)
Aprendi que se pode estar apaixonado por 4 garotas ao mesmo tempo. (9 anos)
Aprendi que os meus melhores amigos são os que sempre me metem em confusão. (11 anos)
Aprendi que se tenho problemas na escola, tenho mais ainda em casa. (11 anos)
Aprendi que quando meu quarto fica do jeito que quero, minha mãe manda eu arrumá-lo. (13 anos)
Aprendi que não se deve descarregar suas frustrações no seu irmão menor, porque seu pai tem frustrações maiores e mão mais pesada. (15 anos)
Aprendi que os grandes problemas sempre começam pequenos. (20 anos)
Aprendi que nunca devo elogiar a comida de minha mãe quando estou comendo alguma coisa que minha mulher preparou. (25 anos)
Aprendi que se pode fazer num instante algo que vai lhe dar dor de cabeça a vida toda. (28 anos)
Aprendi que para todo o lugar que vou, os piores motoristas me seguem. (29 anos)
Aprendi que casais que não tem filhos, sabem melhor como você deve educar os seus. (29 anos)
Aprendi que é mais fácil fazer amigo do que se livrar dele. (30 anos)
Aprendi que mulheres gostam de ganhar flores, especialmente sem nenhum motivo. (33 anos)
Aprendi que não cometo muitos erros com a boca fechada. (34 anos)
Aprendi que existem duas coisas essenciais para um casamento feliz: contas bancárias e banheiros separados. (36 anos)
Aprendi que se quiser ser convidado a festas, tenho que dá-las. (38 anos)
Aprendi que toda a vez que estou viajando gostaria de estar em casa e toda vez que estou em casa gostaria de estar viajando. (38 anos)
Aprendi que a época que preciso realmente de férias é justamente quando acabei de voltar delas. (38 anos)
Aprendi que nunca se conhece bem os amigos até que se tire férias com eles. (41 anos)
Aprendi que se você está levando uma vida sem fracassos, você não está correndo riscos o suficiente. (42 anos)
Aprendi que casar por dinheiro é a maneira mais difícil de conseguí-lo.(42 anos)
Aprendi que você pode fazer alguém ganhar o dia simplesmente mandando-lhe um pequeno cartão. (44 anos)
Aprendi que a qualidade de serviço de um hotel é diretamente proporcional a espessura das toalhas. (46 anos)
Aprendi que crianças e avós são aliados naturais. (47 anos)
Aprendi que se você cuidar bem de seus empregados, eles cuidarão bem de seus clientes. (49 anos)
Aprendi que quando chego atrasado ao trabalho, meu patrão chega cedo. (51 anos)
Aprendi que o objeto mais importante de um escritório é a lata de lixo. (54 anos)
Aprendi que é impossível tirar férias sem engordar cinco quilos. (55 anos)
Aprendi que é legal curtir o sucesso, mas não se deve acreditar muito nele. (63 anos)
Aprendi que não posso mudar o que passou, mas posso deixar pra lá. (63 anos)
Aprendi que a maioria das coisas com que me preocupo, nunca acontecem. (64 anos)
Aprendi que todas as pessoas que dizem que “dinheiro não é tudo” geralmente tem muito. (66 anos)
Aprendi que se você espera se aposentar para começar a viver, esperou tempo demais. (67 anos)
Aprendi que nunca você deve ir para cama sem resolver uma briga. (71 anos)
Aprendi que quando as coisas vão mal, eu não tenho que ir com elas. (72 anos)
Aprendi que envelhecer é importante se você é um queijo. (76 anos)
Aprendi que te amei menos do que deveria. (91 anos)
Aprendi que tenho muito a aprender. (92 anos)

Autor desconhecido

Imagem: Internet

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Organização

Casa arrumada  é assim:
Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz. Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela. Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:
Aqui tem vida...
Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.
Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.
Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante, passaporte e vela de aniversário, tudo junto...
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos...Netos, pros vizinhos...
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca ou namora a qualquer hora do dia.
Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.
Arrume a sua casa todos os dias...
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...
E reconhecer nela o seu lugar.

Carlos Drummond de Andrade

Ideias de organização para que lhe sobre tempo para muitas outras coisas boas da vida:

Cabides que viraram organizadores de chinelos

EPBOT: How's it Hangin'? A Flop Tutorial

Para guardar os papéis de Scrap

75302868_PvSWIFsN_c

As fitas, sianinhas…

Scrap Room

Fios e cordões não ficarão mais soltos…

Cada verdura em seu saquinho…

As tomadas identificadas, ganharam nomes…

Label Cords At Both Ends for Maximum Organization | Apartment Therapy Unplggd

Os brincos

Andrea Guim BlogArte: Vi por aí!

Canetas, lápis, pincéis…

Imagens: Pinterest

Um final de semana de boas ideias a todos!!

Para hoje…

ORAÇÃO vem do latim e quer dizer pedido…é um momento mágico em que ficamos mais próximo de Deus, nos despimos de vaidades, nos vestimos de humildade, onde nosso coração consegue expressar nobres sentimentos.

Nos tornamos nesse momento como uma criança que precisa de um colo amável, de uma mão segura para continuar a nossa caminhada…

A oração não é apenas algo que fazemos, é algo que essencialmente somos.

Pai…Mãe…de olhos mansos,

sei que estás invisível em todas as coisas.

Que o teu nome me seja doce, a alegria do meu mundo.

Traze-nos as coisas boas em que tens prazer: o jardim, as fontes, as crianças, o pão e o vinho, os gestos ternos, as mãos desarmadas, os corpos abraçados…

Sei que desejas dar-me o meu desejo mais fundo,

desejo cujo nome esqueci…mas tu não esqueces nunca.

Realiza pois o teu desejo para que eu possa rir.

Que o teu desejo se realize em nosso mundo, da mensa forma como ele pulsa em ti.

Concede-nos contentamento nas alegrias de hoje:

o pão, a água, o sono…

Que sejamos livres da ansiedade.

Que nossos olhos sejam tão mansos para com os outros como os teus o são para conosco.

Porque, se formos ferozes, não poderemos acolher a tua bondade.

E ajuda-nos para que não sejamos enganadosm pelos desejos maus.

E livra-nos daquele que carrega a morte dentro dos próprios olhos.

Amém.

Rubem Alves

Que Deus em sua infinita Bondade e Sabedoria abençõe a todos!

Tenham uma linda sexta-feira!!

Para vocês hoje, ofereço estas flores….

 

Imagem: Pinterest

E vocês…o que desejam para hoje??!!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Olhar…

Meu olhar se enche de ternura quando ouço as vozes de meus pequenos dizendo mãe, mainha, mamãe..

Se enche de encantamento quando sinto o perfume que exala de um jardim cheio de amor, cuidado por mãos de pessoas cheias de sonhos…

Meu olhar se enche de tranquilidade quando minha alma se acalma ao ver meus pequenos dormindo, tranquilos, serenos…

Se enche de felicidade quando ouço uma bela canção que me faz emocionar, deixando minha alma leve, macia, com cheiro e maciez de uma rosa…

Imagens: Pinterest

O meu olhar é nitido como um girrassol
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando pra direita e para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança, se ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo..

.                            Alberto Caeiro

 

E você? Me diz…O que enche seu olhar???

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Amigo

Amigo, friend, ami, amigo, freund, amicus…não importa  a língua falada, o significado é sempre o mesmo…vem da palavra amore, amar..

Amigo é quem te dá um pedacinho do chão, quando é de terra firme que você está precisando, ou um pedacinho do céu, se é o sonho que te faz falta.

Te dá um pouco de perfume quando sua alma precisa se alegrar…É quem fala e ouve com o olhar e percebe suas alegrias, tristezas, medos, desejos…

É o achar daquilo que você nem sabia que buscava..

Amigo é para sempre, mesmo que o sempre não exista.

Agradeço a todos que compartilham comigo o doce sabor que tem a amizade… sabor de fruto do mato, queijo com goiabada, café com leite bem quentinho, domingo sem chuva, cheiro de jardim, noite de lua cheia…

Imagem: internet

E como dizia Machado de Assis…

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!
Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!
Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!
Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!
Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!
Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

 

terça-feira, 19 de julho de 2011

Maternidade…ou seria Tesouro?

 

Se te escapares a beleza e a magia das cores de cada novo dia, vai ao colo de tua mãe, menino!
Se te faltares o doce som do riso, a brisa tépida das manhãs, as cores dos olhos das crianças, vai ao colo de tua mãe, menino!
Se acaso não encontrares a rima rica da esperança, a suave crença no que virá, vai ao colo de tua mãe, menino!


Se, por um momento sequer, dirigir teu olhar a um irmão com outro sentimento que não seja o amor fraternal entre filhos do mesmo ventre cósmico, vai ao colo de tua mãe, menino!
Se começares a desacreditar dos homens, na sua possibilidade infinita de bondade, encarando o Planeta como um campo universal de falta de fé e futuro, vai ao colo de tua mãe, menino!


Se, em meio aos teus projetos de vida, constar apenas desejos de glória, fama, ambição, dinheiro e posses, vai ao colo de tua mãe, menino!
Se, há muito, não abraças um irmão, não diriges a ninguém um gesto de carinho, não brincas com teu filho, não sorri para teus superiores ou subordinados, vai ao colo de tua mãe, menino!


Imagens da internet

Se, há muito, não sabes da doce alegria de um afago nos cabelos e a passagem dos anos é apenas um amontoado de dias que se sucedem como um vendaval apressado, vai ao colo de tua mãe, menino!

E se já te faltas a presença física, em tua vida, desse cálido colo a conduzir-te pela estrada da Esperança, escolhe um lugar sereno, onde possas ouvir com calma teu coração. E, em silêncio, ouve o eco de um outro coração, que bate com vigor e te acalenta  em todos os momentos. É, com certeza, o coração dela, em algum lugar do infinito mistério, a  aguardar e velar por ti, em cada momento do teu dia., sempre dizendo, com emoção: “Vem, filho... Vem ao colo de tua mãe, menino”!

Ney Mourão

E é isso que digo a meus filhos, vem ao colo de tua mãe meninos! E olha as retribuições…para mim são fantásticas, guardo como tesouros ou trésors (como diria minha amiga Rosane) dentro de uma pasta que fiz já a alguns anos. Catalogo tudo o que escrevem, desde as mais tenras garatujas a cartinhas e cartões do mais puro e verdadeiro amor, desenhos que com simples risquinhos dizem tanto ao meu coração e a minha alma de mãe…

Esse tesouro intitulei preciosidades…forrei uma pasta catálogo que tinha em casa com um pedaço de jeans…(ainda nem sonhava em ter a Kimimo), decorei também com o que tinha, o importante mesmo é o conteúdo interno…

IMG_3493

IMG_3495

IMG_3496

IMG_3497

IMG_3498

IMG_3499

IMG_3500

E vocês? Certemente tem muitos tesouros guardados em algum lugar…seja em uma pasta, em um velho baú, em uma gaveta…no coração…Qual o seu tesouro?

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Selinho da leitura

Gente! Ganhei esse selinho maravilhoso da minha querida Claudia! Nossa, esse eu amei!!

Vamos ao questionário:

1. Por que entre tantas atividades você prefere ler?
Porque a leitura nos proporciona maravilhas..nos leva a lugares que talvez um dia não possamos ir de verdade, alimenta sonhos, enriquece nosso vocabulário, nossa mente, nossa alma!.
2. Por que gosta de ler livros físicos (na era da internet muitos lêem por ela)?
Eu prefiro sim os lívros físicos, mas não dispenso os e-books, inclusive tenho muitos deles.

3. Por que comprar livros?
Isso só entende mesmo quem realmente gosta de ler. Diferente da Clauo eu gosto muito de ler o mesmo livros mais de uma vez.

4. De onde vem seu incentivo de leitura, blogs literários têm alguma influencia nele?

Eu gosto de ler desde muito pequena. Quando morava com meus pais no interior eu adorava as tardes ir a biblioteca da cidade, passava as tardes lendo.


5. Você lê o que está na moda ou segue algum escritor que te agrada?
Quando vou a livraria sempre vejo o que está a venda no momento, os lançamentos, mas sempre procuro ver também livros de autores preferido.

.
6. Ler um livro atrás do outro faz bem?
Sim. O interessante é não perder o pique da leitura. Terminar um e já iniciar outro em seguida. O importante é sempre estar lendo.

Regras do desafio:


1. Indicar cinco blogs:
Então valos lá as blogs indicados:

Mil Faces de Juliana

Mamãe do Matheus

Pedacinho de mim

Trésors

Cola e papel


2. Uma música que te marcou muito:
Yesterday

3. Livros que nunca vai esquecer:
O caçadore de Pipas;

Meu pé de laranja lima;

O pequeno principe;


4. Dizer por que você acha que ganhou o selo:
Concerteza Claudia deve saber do meu apreço pela leitura. Que bom que ela lembrou de mim..Fico feliz!!

Bjo

sábado, 16 de julho de 2011

Mudanças

Mudança, essa palavra soa de diferentes maneiras para as pessoas. Para uns é renascimento, para outras dificuldade, algumas encaram como desafio e desafios são sempre bem vindos, umas amam, outras odeiam…de qualquer maneira na maioria das vezes faz um bem enorme e por que não mudar, pequenas coisas que sejam…

Vale a pena começar, mas comece devagar, porque a direção é mais importante  do que a velocidade.

Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa, mais tarde mude de mesa.

Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua, depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente, observando com atenção os lugares por onde você passa, tome outros ônibus que o de costume.

Mude por uns tempos o estilo das roupas, dê os teus sapatos velhos, procure andar descalço alguns dias e sinta a sençaão boa da temperatura da terra onde pisa.

Tire uma tarde inteira para passear livremente no campo,ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos, ou não ouvir nada só o silêncio,veja o mundo de outras perspectivas.

Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.
Durma no outro lado da cama... depois, procure dormir em outras camas da casa.

Assista a outros programas de tv, compre outros jornais, livros, leia muitos, diversos…

Não faça do hábito um estilo de vida.

Ame a novidade. Durma mais tarde, ou durma mais cedo.

Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.

Corrija a postura.

Coma um pouco menos, ou um pouco mais, escolha comidas diferentes, novos temperos, novas cores, novas delícias, invente, misture.

Tente o novo todo dia.


O novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, a nova vida...Tente!

Busque novos amigos.


Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa, não importa.

Escolha outro mercado... outra marca de sabonete, outro creme dental... tome banho em novos horários.

Use canetas de outras cores, muitas cores..

Vá passear em outros lugares.

Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.

Troque de bolsa, de carteira, de malas, troque de carro, compre novos óculos, escreva versos e poesias, ou o que sentir vontade de expressar.

Jogue os velhos relógios, quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.

Abra conta em outro banco.

Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.

Mude.

Lembre-se de que a Vida é uma só.

Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as...Seja criativo.

Grite o mais alto que puder no espaço vazio, deixem pensar que você está louco.

Aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino.

Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.

Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso o que importa.

O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia.
A positividade que você está sentindo agora.
Só o que está morto não muda! 

Viva!

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Carroça vazia

 

Tem um texto que gosto muito e gostaria de compartilhar com vocês…

Certa manhã, meu pai, muito sábio, convidou-me a dar um passeio nos bosques e eu aceitei com prazer. Ele se deteve numa clareira e depois de um pequeno silêncio me perguntou:
- Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?
Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:
- Estou ouvindo um barulho de carroça...
- Isso mesmo - disse meu pai - é uma carroça vazia!
Perguntei à ele:
- Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos?
Ora, respondeu meu pai..É muito fácil saber que uma carroça está vazia, por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça, maior o barulho que ela faz!
Tornei-me adulto, e até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, gritando (no sentido de intimidar), tratando o próximo com grossura inoportuna, prepotente, interrompendo a conversa de todo mundo e, querendo demonstrar que é a dona da razão e da verdade absoluta, tenho a impressão de ouvir a voz do meu pai dizendo:
"Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz..."

Autor desconhecido

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...